Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, São Paulo, Brazil
BIOMEDICA ACUPUNTURISTA. Biomédica pela UMC 1987. Lato Sensu em Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura - ETOSP. Especializações: Saúde Pública - São Camilo e Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura - ETOSP. Experiências: Análises Clínicas, aulas no curso técnico de Patologia Clínica (Hematologia, Parasitologia, Imunologia, Microbiologia, Fundamentos da Patologia, Biologia, Programas de Saúde, Anatomia e Fisiologia Humanas). Assessora Científica. Artigos no Jornal Centro em Foco (http://www.jornalcentroemfoco.com.br/vivasaude.html). Redação da coluna “Dicas de Saúde” para o jornal norte americano “BR POINT”. Palestras sobre temas de saúde e Acupuntura. Atualmente atuo como BIOMÉDICA ACUPUNTURISTA em consultório particular onde viso o tratamento do individuo integralmente. Utilizo acupuntura sistêmica, LASER-acupuntura, moxa, eletro-acupuntura, ventosa e florais. Sou Professora de Micro e Imunologia no curso técnico em Massoterapia e do curso Lato Sensu de Acupuntura e MTC da ETOSP. Coordenadora do ambulatório de LASER ACUPUNTURA da ETOSP - Escola de terapias Orientais de SP

sábado, 13 de março de 2010

Você sabe onde mora o perigo? Evite sua contaminação!

Meu primo Tom Fernandes me enviou a seguinte matéria da folha para comentarmos:

10/03/2010 - 08h40
Médico brasileiro faz campanha contra óculos 3D
"Não foram apenas os pesquisadores e magos da tecnologia da Cebit que entraram na campanha para tornar o 3D acessível sem óculos. Um oftalmologista brasileiro também começou sua própria cruzada contra o instrumento.

O médico Canrobert Oliveira, do Hospital Oftalmológico de Brasília, relata ter recebido pacientes com ardência nos olhos após terem visto filmes tridimensionais. Ele fez sugestões à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pedindo uma ação conjunta com o CBO (Conselho Brasileiro de Oftalmologia) para fiscalizar a higienização nos cinemas.
[Os óculos] são veículos de contaminação de conjuntivite por não serem individualizados ou higienizados para passarem de um espectador a outro, diz. Oliveira sugere que os espectadores passem álcool em gel nas lentes, hastes e armações antes da sessão.

A Cinemark, líder do mercado de exibição no Brasil, com 412 salas, afirma que todos os óculos são higienizados após o uso. Na Grande São Paulo, 20 salas da empresa exibem filmes 3D atualmente.

A questão também preocupa autoridades na Europa. Em fevereiro, o Ministério da Saúde da Itália recolheu mais de 7.000 óculos em cinemas do país alegando "razões de higiene". E promete recolher mais nos próximos dias."
Diógenes Muniz


A contaminação está em toda parte, nos óculos 3D, no telefone público (orelhão), nos talheres mal lavados dos restaurantes, no cano de se segurar do metrô e dos ônibus, no corrimão da escada, na torneira do banheiro público, no copo que passa de boca em boca entre amigos numa mesa de bar (se um estiver com hepatite "A" e não souber, no outro dia todos estarão com uma diarréia terrível, no melhor das hipóteses!).

Por isso roer unhas é um pecado capital, é "ajudar o bandido" a entrar dentro de casa...

Já imaginou a quantidade de contaminação que você carrega na sola dos sapatos? O ideal seria chegar em casa e trocar de sapatos já na porta...

Já houveram estudos dos mais diversos em relação à contaminação "em massa". Um deles foi em ralação à quantidade de ovos de vermes na notas de um cruzeiro (sim, faz muiiiiiito tempo). O resultado foi assustador.


Por isso sou uma mãe tão crítica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário