Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, São Paulo, Brazil
BIOMEDICA ACUPUNTURISTA. Biomédica pela UMC 1987. Lato Sensu em Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura - ETOSP. Especializações: Saúde Pública - São Camilo e Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura - ETOSP. Experiências: Análises Clínicas, aulas no curso técnico de Patologia Clínica (Hematologia, Parasitologia, Imunologia, Microbiologia, Fundamentos da Patologia, Biologia, Programas de Saúde, Anatomia e Fisiologia Humanas). Assessora Científica. Artigos no Jornal Centro em Foco (http://www.jornalcentroemfoco.com.br/vivasaude.html). Redação da coluna “Dicas de Saúde” para o jornal norte americano “BR POINT”. Palestras sobre temas de saúde e Acupuntura. Atualmente atuo como BIOMÉDICA ACUPUNTURISTA em consultório particular onde viso o tratamento do individuo integralmente. Utilizo acupuntura sistêmica, LASER-acupuntura, moxa, eletro-acupuntura, ventosa e florais. Sou Professora de Micro e Imunologia no curso técnico em Massoterapia e do curso Lato Sensu de Acupuntura e MTC da ETOSP. Coordenadora do ambulatório de LASER ACUPUNTURA da ETOSP - Escola de terapias Orientais de SP

sábado, 27 de março de 2010

VARIZES: Quem tem deve se cuidar e quem não tem deve se prevenir!

Varizes são aqueles “rabiscos” vermelhos e até azulados que aparecem roubando parte da beleza de suas pernas... Cuide deles antes que se espalhem e se tornem perigosos à sua saúde!
O problema é crônico e hereditário, acompanhando o paciente por toda a vida. Sexo feminino, anticoncepcionais, gravidez, idade avançada, fumo e sedentarismo estão associados.
O Brasil é pioneiro e inovador em todo o mundo nas técnicas de tratamento de varizes de membro inferior.

O que são
São veias tortuosas, dilatadas e alongadas com alteração funcional. Apresentam-se desde minúsculas linhas avermelhadas serpentinosas até as mais calibrosas azuladas ou ainda com nódulos que saltam o plano da pele.

Como aparecem
A Natureza é tão sábia... Mas não foi tão perfeita quando da constituição do sistema circulatório. O coração, forte e musculoso, bombeia o sangue que deverá nutrir as células de todo o corpo. Este sangue rico em oxigênio e nutrientes caminhará por vasos calibrosos e igualmente fortes, que pulsam ajudando a bombear o fluxo sanguíneo até cada célula do corpo. São as artérias. E elas ainda contam com a ajuda da força da gravidade! Porém, ao retorno deste sangue para o coração, a parede dos vasos agora é fina e frágil... O impulso dado pelo bombear do coração já se tornou mais fraco e ainda há a força da gravidade para atrapalhar! A única “ajuda” é dada pela força exercida pela musculatura da perna que, durante o caminhar, massageia os vasos impulsionando o sangue em direção ao coração. Mas esta massagem só funciona quando nos movimentamos, contraindo e relaxando o músculo da perna. Quando os músculos se contraem, impulsionam o sangue para cima realizando a circulação.
Para que seja possível vencer a ação da gravidade, existem nos vasos que levam o sangue de volta ao coração, pequenas “bolsas” presentes nas paredes das veias, onde o sangue é represado, impedindo o refluxo do sangue. Sem a presença das válvulas o sangue volta para as pernas. Quando falham as válvulas, o sangue reflui e, com este aumento do volume do sangue, as veias dilatam, constituindo as varizes.

Sintomas
Dor, cansaço e sensação de peso nas pernas. Menos freqüentes: ardor, prurido, formigamento, edema e câimbras.

Diagnóstico
No exame físico verifica-se a presença de veias dilatadas, tortuosas e alongadas. Através de exames complementares faz-se um estudo da circulação venosa superficial e profunda das pernas.

O Tratamento
O desenvolvimento da escleroterapia ("aplicação") e da crioescleroterapia para as telangiectasias ("vasinhos"), o uso da agulha de crochê, o uso de microincisões para as cirurgias de varizes e microvarizes e mesmo a escolha das técnicas a serem utilizadas em cada caso foi desenvolvido no Brasil, por médicos que tinham como característica o senso de observação e a criatividade privilegiada que permitiu, com poucos recursos, descobrir avanços hoje adotados no mundo inteiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário