Quem sou eu

Minha foto
São Paulo, São Paulo, Brazil
BIOMEDICA ACUPUNTURISTA. Biomédica pela UMC 1987. Lato Sensu em Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura - ETOSP. Especializações: Saúde Pública - São Camilo e Medicina Tradicional Chinesa e Acupuntura - ETOSP. Experiências: Análises Clínicas, aulas no curso técnico de Patologia Clínica (Hematologia, Parasitologia, Imunologia, Microbiologia, Fundamentos da Patologia, Biologia, Programas de Saúde, Anatomia e Fisiologia Humanas). Assessora Científica. Artigos no Jornal Centro em Foco (http://www.jornalcentroemfoco.com.br/vivasaude.html). Redação da coluna “Dicas de Saúde” para o jornal norte americano “BR POINT”. Palestras sobre temas de saúde e Acupuntura. Atualmente atuo como BIOMÉDICA ACUPUNTURISTA em consultório particular onde viso o tratamento do individuo integralmente. Utilizo acupuntura sistêmica, LASER-acupuntura, moxa, eletro-acupuntura, ventosa e florais. Sou Professora de Micro e Imunologia no curso técnico em Massoterapia e do curso Lato Sensu de Acupuntura e MTC da ETOSP. Coordenadora do ambulatório de LASER ACUPUNTURA da ETOSP - Escola de terapias Orientais de SP

sábado, 27 de março de 2010

VIVA MELHOR ALIMENTANDO-SE COM A SOJA!

A soja já é tida como sinônimo de saúde. Aproveite seus benefícios na prevenção de doenças e melhore a sua qualidade de vida. A dose diária recomendada é de 30 g a 50 g. O consumo diário de soja é também eficaz em amenizar os sintomas da menopausa.
Veja aonde mais a soja vai lhe ajudar a promover a boa saúde:

Colesterol: Os altos níveis de colesterol sangüíneo e do LDL (mau colesterol) estão associados a doenças cardiovasculares, como o infarto do miocárdio e a arteriosclerose. Pesquisas da American Heart Association -AHA (Associação Americana do Coração) têm demonstrado que a ingestão de proteínas de soja reduz as taxas de LDL-colesterol em torno de 33%.
Prevenção do câncer: Os grãos de soja contêm genisteína, também chamada de fitoestrógeno ou hormônio vegetal, que possui uma ação estrogênica moderada, que atua na prevenção de câncer relacionado com o estrogênio. Pesquisas realizadas no Japão, Estados Unidos e Europa têm mostrado que a ingestão diária de alimentos à base de soja, como tofu (queijo de soja) e missô, reduzem os riscos de câncer de mama e próstata em 50%. A soja e seus derivados também possuem uma ação preventiva quanto aos cânceres de cólon, reto, estômago e pulmão. Para que os tumores aumentem seu tamanho, é necessário o desenvolvimento de novos vasos sangüíneos. O bloqueio desse processo é visto como uma maneira potencialmente importante para controlar o câncer. A genisteína também inibe a formação desses vasos e, conseqüentemente, o desenvolvimento dos tumores cancerígenos.
Osteoporose: Com o envelhecimento, as pessoas perdem cálcio, podendo levar à osteoporose. Na menopausa, esse processo se agrava com a deficiência hormonal ovariana. Devido sua ação estrogênica, a genisteína da soja pode manter a estrutura óssea. Exames de densiometria óssea comprovam que o consumo de soja retarda a osteoporose decorrente da idade, como também reduz significativamente a perda óssea total.
Diabetes e outras doenças: As fibras de soja exercem importante papel na regulação dos níveis de glicose no sangue, pois retardam sua absorção. Essa redução na velocidade de absorção da glicose auxilia no controle de diabetes. Há evidências de que o consumo da soja tem efeito positivo no controle de outras doenças como hipertensão, litíase (cálculos biliares) e doenças renais.
MUDANÇA NO PALADAR DA SOJA:
A “Embrapa Soja” aperfeiçoou técnicas de preparo que eliminam o sabor rançoso do grão. O segredo para se obter pratos saborosos é o tratamento térmico do grão, que inativa a enzima lipoxigenase, responsável pelo sabor desagradável da soja.
Tratamento térmico: A enzima lipoxigenase é facilmente inativada pelo calor. Assim, basta que grãos inteiros, quebrados ou moídos e secos sejam colocados diretamente em água fervente. Ao se utilizar soja como alimento, devem-se escolher grãos selecionados e limpos, que não precisam ser lavados em água fria. Eles devem ser colocados em uma panela com água já fervente, onde devem permanecer por cinco minutos, contados após levantar a nova fervura. Esse tempo de cozimento é suficiente para inativar a ação da enzima. Depois da fervura, a água deve ser jogada fora e os grãos lavados em água fria corrente. Esses grãos tratados termicamente poderão ser cozidos ou torrados, dependendo do prato a ser elaborado. Os produtos industrializados, como a Proteína Vegetal Texturizada (PVT ou "carne de soja"), a farinha de soja e o extrato solúvel (leite) em pó, já foram submetidos a tratamentos térmicos durante seu processamento industrial e não precisam ser tratados.

RECEITAS SAUDÁVEIS À BASE DE SOJA
EXTRATO DE SOJA "LEITE DE SOJA"
Ingredientes:
- 3 xícaras (chá) de grãos de soja escolhidos e sem lavar
- 4,5 litros de água
- 1 colher (chá) de sal
- 6 colheres (sopa) de açúcar
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
Modo de preparo:
- Ferver um litro e meio de água, adicionar a metade do bicarbonato e misturar.
- Colocar os grãos e contar cinco minutos a partir da nova fervura.
- Escorrer a água e lavar os grãos em água corrente, esfregando-os entre as mãos para retirar as cascas.
- Colocar o restante da água para ferver. Adicionar a outra metade do bicarbonato e cozinhar os grãos por cinco minutos. Não descartar a água.
- Quando estiver morno, bater os grãos e a água no liquidificador por três minutos.
- Cozinhar em uma panela aberta por 10 minutos, reduzindo a chama após a fervura, mexendo sempre.
- Quando estiver morno, coar em pano de algodão limpo e espremer bem através do pano.
- O líquido filtrado é o extrato de soja (leite) e a massa restante, o resíduo.
- Levar o extrato novamente ao fogo e ferver por dois minutos.
- Adicionar o açúcar e o sal ao extrato.
Para obter sabores diferentes basta acrescentar chocolate em pó, canela, baunilha, etc.

KINAKO (farinha de soja torrada e moída)
Ingrediente: 1kg de grão de soja escolhida
Modo de preparo: Colocar os grãos em uma assadeira rasa média e torrá-los em forno pré-aquecido, por 20 minutos em fogo baixo, mexendo para que não queimem, até que as cascas do grão soltem-se com facilidade. Deixe os grãos esfriarem. Moer os grãos em liquidificador até a obtenção de farinha semelhante à farinha de amendoim. Armazenar a farinha em recipiente fechado.
Observação: Em forno de microondas, colocar ½ kg de grãos em um pirex médio e torrá-los na potência alta por aproximadamente seis minutos, mexendo de 2 em dois minutos.

FARINHA DE SOJA
Ingrediente:
-Soja em grãos escolhidos e sem lavar.
Modo de preparo:
-Adicionar a soja em água fervente, conforme descrito para o extrato de soja "leite de soja", e cozinhar por cinco minutos.
-Escorrer bem os grãos e colocá-los para secar sobre um pano de algodão limpo e seco ou sobre papel toalha, por cerca de uma hora.
-Torrar os grãos, no forno em fogo baixo por cerca de uma hora, mexendo sempre com o auxílio de colher de pau (como para torrar amendoim).
-Triturar os grãos torrados no liquidificador ou em máquina de moer carne.
-Peneirar a farinha obtida, utilizando uma peneira fina e, guardá-la em vasilha seca e tampada.

GRÃOS COZIDOS
Ingredientes:
- 2 xícaras (chá) de grãos de soja escolhidos, sem lavar
- 1 colher (café) de bicarbonato
- 8 xícaras (chá) de água
Modo de preparo:
- Ferver três xícaras (chá) de água, adicionar a metade do bicarbonato de sódio e cozinhar os grãos por cinco minutos, contados a partir da segunda fervura.
- Escorrer a água e promover o choque térmico, em água fria, lavando os grãos, como descrito para o extrato.
- Escorrer a água e colocar a soja de molho com três xícaras (chá) de água fria, por oito horas, aproximadamente.
- Escorrer os grãos e separar as cascas.
- Cozinhar por uma hora em panela aberta, ou por 20 minutos em panela de pressão, adicionando uma colher (sopa) de óleo de soja.

TOFU - "QUEIJO DE SOJA"
1 ) Pesar 1 kg de grãos de soja, lavar com água de torneira e escorrer. Em seguida, colocar os grãos lavados em um recipiente e adicionar água filtrada até cobri-los e deixar de molho por uma noite (8-10 horas) em temperatura ambiente.
2) Escorrer a água do molho, enxaguar os grãos e escorrer a água.
3) Transferir os grãos para um liquidificador, adicionar 8 litros de água e liquidificar. Como os liquidificadores domésticos têm uma capacidade pequena, essa operação pode ser feita em diversas etapas, tomando-se o cuidado de manter a proporção de grãos e água e, ao final do processo, juntar todas as porções.
4) Transferir a mistura obtida para uma panela de alumínio grossa e cozinhar por 10 minutos numa temperatura de 95-100ºC, mexendo sempre para não pegar no fundo da panela.
5) Deixar esfriar e coar em tecido de trama fina ou em tecido próprio para coar coalho de leite de vaca - "pano de queijo".
6) Separar a porção líquida "leite de soja" obtida e medir o volume.
7) Preparar o agente coagulante - sulfato de cálcio dihidratado (CaSo4 . 2H2O). Para cada litro de leite de soja, dissolver uma colher de sobremesa rasa de ½ copo de água morna.
8) Adicionar a solução coagulante ao leite também morno (75-80ºC), agitando com uma colher para misturar bem o agente coagulante ao leite de soja.
9) Deixar o leite coagular e, após a formação do coágulo (tofu), esperar de 15 a 20 minutos sem mexer.
10) Transferir o coágulo para uma forma (caixa de metal ou madeira) perfurada e forrada com um tecido de malha fina e úmida. Cobrir com uma tampa também perfurada e que se encaixe no interior da forma. Prensar a forma com pesos homogeneamente distribuídos sobre a tampa durante 15 a 20 minutos.
11) Colocar a forma contendo o tofu prensado dentro de um recipiente (bacia) contendo água gelada e deixar por 5 minutos. A seguir, desenformar removendo o pano.
12) Cortar o coágulo obtido (tofu) em pequenos pedaços (cubos) e colocá-los em um recipiente contendo também água gelada. Deixar os cubos na água gelada por 1 hora.
13) Armazenar em geladeira os cubos de tofu em recipiente hermeticamente fechado com água gelada. Os cubos de tofu podem ser também armazenados em sacos plásticos selados em seladora elétrica ou tipo "zip loock" contendo também parte da água gelada do item anterior (12). Obs.: conservar sempre em geladeira (2-4ºC)
ATENÇÃO: Como agentes coagulantes, podem ser utilizados também o Cloreto de Magnésio (MgCL2) ou Cloreto de Cálcio (CaCl2), na mesma proporção recomendada.

Fonte das receitas: site: http://www.cnpso.embrapa.br/receitas.php, onde você poderá encontrar muitas receitas a base de soja que, sem dúvida, irão melhorar bastante a sua saúde.

Um comentário:

  1. Wow! ...muito boa essa assunto ...gostei e muito ^^
    blog muito bom meus parabens ^^

    ResponderExcluir